quarta-feira, 28 de junho de 2017

"NÓS TEMOS O QUE NOS MERECEMOS?"







Durante toda a minha viagem de regresso a casa, após as férias, ouvi esta musica "Way Down We Go", em que a primeira frase é precisamente "Pai diga-me, Nós recebemos o que nós merecemos?"
Que belissima frase para refletir durante 8horas de viagem!
Independentemente de tudo, nos últimos tempos, conheci mais de mim...conheci mais do mundo...conheci mais da vida...e tenho para mim, que apesar das dores, elas carregam consigo aprendizados fundamentais para a construção humana!
No meio das feridas, acho que compreendi que às vezes escolher não chorar, pode quase sufocar-nos!
Percebi também que...infelizmente, ou talvez felizmente, não podemos controlar tudo! 
Que o Universo não recebe nossas ordens e que nós andamos mais ao comando da vida do que o contrário!
Conclui o que já sabia sobre Morte, Dor e Amor....e percebi finalmente, que só a dor e que é complexa. Tudo o resto é simples...a Morte é simples...apenas o fim! E o amor é apenas isso mesmo...algum sentimento gigante que apelidaram de Amor!
Agora a dor não...a dor não é simples! A dor tem tantos estágios diferentes, tantas máscaras diferentes e atua em tantos palcos...E torna-se, em alguns casos, uma doença crónica! As vezes aprende-se a viver com ela para o resto da vida, outras vezes não!
Aceitei também que, está tudo bem em não estar bem! Que sou humana, erro, peco e desabo!
Que está tudo bem em parar e retirar um tempo para mim!
Que o mundo não acaba e que amanhã posso regressar mais forte e mais capaz!


Sem comentários:

Enviar um comentário