sexta-feira, 2 de março de 2018

SOBRE ELA...

Sobre ela, alguns a chamam de presunçosa
Você pode ver como ela caminha, como se fosse dona do mundo!
Alguns a chamam de garota sempre feliz,
Você pode vê-la rir às gargalhadas um dia inteiro!
Alguns dizem quem ela tem o diabo no corpo,
Não leva desaforos para casa,
Não guarda suas opiniões
E não teme bater de frente com quem quer que seja!
Dizem que a sua energia não tem limites...
Que Ela é confiante de si própria,
Que tem todas as certezas sobre tudo...
E eles estão certos!
E eles estão totalmente errados!

Sobre ela...
Em alguns dias, ela tem medo dos caminhos que pisa,
Ela ri muito...ela é feliz!
Mas tem dias cinzentos e tempestades duras!
Ela vive tentando agarrar as rédeas dos seus monstros...
Quase sempre ela vence...
Ás vezes, ela tem vontade de desistir e deixá-los fugir.
Mas você não sabe quantas vezes, no passado, ela deixou seus monstros vencer
e todas as desgraças que acarretou para a sua vida. 
Ela é uma garota super confiante, mas tem dias que ela duvida dela mesma!
Ela governa um mundo que pode ruir num segundo
Mas quando você a questiona, ela sempre responde
"Está tudo certo, eu sou uma sobrevivente"
Soube que ela tem estado a empurrar seus medos para longe, 
Que algo ali dentro daquele coração, está tremido
Soube que ela tem estado mais perto da escuridão, mas que a chama ainda a ilumina!
Ela está cansada, posso ver em seus olhos.
Ela está num daqueles dias em que ela quer fechar a janela e viver apenas dentro de si!
Ás vezes ela cansa do mundo...
Amanhã ela volta!






1 comentário:

  1. És real. És uma pessoa. És vida.
    E ser uma pessoa acarreta certezas junto com dúvidas, força com fraqueza, vitórias com derrotas, felicidade com tristeza.

    Ninguém é imune a essas coisas. Não importa o quão podemos parecer estar acima delas. Às vezes as pessoas iludem-se ao pensarem que há pessoas sem esses problemas. Que há alguma fórmula mágica para não termos de lidar com o lado negativo da vida.
    Há quem diga que a vida não nos dá desafios que não podemos vencer. Isso eu sei que é treta. Perdi amigos e amigas que simplesmente desistiram. Saíram desta vida mesmo por os desafios serem mais que a sua capacidade de os vencer. Se alguma coisa a vida testa os nossos limites. Há-de sempre procurar maneiras de nos deitar abaixo.
    Mas não o faz de propósito. Fá-lo porque este mundo é um reflexo das pessoas que vivem nele. E como pessoas não podíamos ser os piores inimigos de nós mesmos.

    Todos temos as nossas cicatrizes, uns mais do que outros.
    Todos temos os nossos limites.
    Todos procuramos viver uma vida que não pedimos para viver, mas aqui estamos a vivê-la.
    Ninguém nos deu um manual de instruções. Se alguma coisa parece não haver manual. Não um que funcione para todas as pessoas.

    Reconheço-me nas tuas palavras.
    Reconheço-me em ti.
    Somos o mesmo mas diferentes.
    Unidos mas separados.
    Distantes e ao mesmo tempo tão perto.

    O que somos isso nem a deus ou ao diabo revelamos. É um segredo. Um segredo que nem as paredes contamos, não vá algo ouvir e usar isso contra nós.
    Damos de nós apenas o suficiente. O suficiente para nos conhecerem minimamente, e para terem um ideia de quem somos. Para criarmos conexões. Mas revelar a verdade nua e crua na sua totalidade... Isso é algo que não poderíamos dar mesmo que quiséssemos.

    ResponderEliminar